sábado, 30 de outubro de 2010

Campanha por um melhor atendimento em Brasília! #campanhaporummelhoratendimentoembrasilia @thays_bsb

Campanha por um melhor atendimento em Brasília.
http://instagram.com/thaysorto

      Como é gostoso irmos à um lugar (seja um Café, Restaurante, o que for) e sermos bem atendidos, não é mesmo? Um garçom bem treinado sabe nos orientar quanto aos pratos oferecidos na casa, nos dá dicas e informações sobre o estabelecimento, além de ser o cartão de visitas do local. Sermos recebidos com um sorriso pelos funcionários, torna a experiência da refeição muito mais agradável.

      Arrisco-me até a fazer um comparativo com o consultório odontológico (minha área). Por melhor que seja meu atendimento, se o secretário for rude, mau humorado com os pacientes, eles não vão pensar duas vezes antes de procurar outro dentista. O(a) dono(a), ou responsável pelo estabelecimento, deve ser capaz de avaliar esses problemas e tentar resolvê-los.

     Já passei por situações em que o garçom ou atendente exerceram uma grande influência nas minhas escolhas. "Esse Frapê é uma delícia, recomendo para a senhora. É o mais pedido da casa!" E, por causa do comentário, acabo por pedir esse Frapê. Ou, feito meu pedido: "Por favor, um carioca." prontamente, o funcionário bem treinado responde: "Se a senhora pedir esse espresso aqui, verá que tem gosto bem suave sem acréscimo de água. Não quer experimentar?", "Ok, então quero um espresso desse! Obrigada pela dica."

      Claro que, para exigirmos um bom atendimento, devemos ser clientes igualmente educados!

      Quantas vezes vi gente suuuuper grosseira fazendo seus pedidos e tratando os atendentes como lixo. Infelizmente (principalmente em Brasília), algumas pessoas consideram-se superiores aos que estão servindo. Benhê, respeito é igual para todos! Se eu for levar esse assunto de respeito adiante, dará para escrever um livro. Eu sou a indignação em pessoa quando se trata desse povo esnobe que acha, que por ter dinheiro, é melhor do que os outros. Arght!

      Então, meus amigos, venho, por meio desta Campanha por um melhor atendimento em Brasília, pedir que os estabelecimentos revejam a conduta de seus funcionários. Brasília, que deveria servir de exemplo, beira o ridículo quando se trata de receber bem o cliente.

      Muitos locais consagrados pelos seus produtos, acreditam que isso basta para manter a clientela. E muitas vezes, é o que acontece mesmo! Porque todos aceitam, inclusive pagam os 10% muito a contragosto, mas não reclamam na ocasião.


      Vamos mudar de atitude?!

Nós esperamos 30 minutos e não fomos atendidos.

     REGRAS BÁSICAS DA CAMPANHA (Estipulei as normas, porém, aceito sugestões de todos! Please!):

      Ao passo que estamos cobrando uma melhora, temos por obrigação :

1- Reclamar do atendimento ruim. Expressões do tipo: "deixa pra lá", "já estou acostumado com cara de bu....", "isso é normal aqui em Brasília" - devem ser, obrigatoriamente, evitadas. 

2- Tratar com educação os garçons e demais atendentes do estabelecimento (afinal, só podemos cobrar gentileza, se agirmos com gentileza).

3- Caso, mesmo após a reclamação, o atendimento continuar uma bost..., procurar outro local para se deliciar longe das caras de bu.... que ninguém é obrigado a aguentar (ainda mais quando estamos pagando pelo serviço. Diga-se de passagem, pagando caro pelo serviço aqui em Brasília).

      Acredito que quando o estabelecimento perceber que a clientela está diminuindo, apesar de manter o padrão dos produtos oferecidos, se dará conta de que pode se tratar de questões relacionadas ao atendimento e relacionamento com o cliente e, quem sabe assim, melhorar esse quesito!

"Tô satisfeito! Vou pagar os 10% feliz!"

      O que vocês acham dessa Campanha? Aprovam ou não? Já passaram por situações constrangedoras? Existe algum lugar especial que merece o troféu Motherfucker Place (local onde você sempre é mal recebido )?

Partilhe suas opiniões no blog! Vamos botar a boca no trombone!


Desde já agradeço a atenção e participação de todos!


Obs: No blog CotiOdiando , achei um texto muuuito bom sobre o assunto. Vale a pena dar uma lida!

20 comentários:

  1. Eu já começo dando um exemplo de Motherfucker Place, Kkkkk! Aquela que adooora reclamar, né?

    Todo dia, sem exagero, todo dia passo no Yogen Fruz (no Brasília Shopping) depois do almoço. A vontade que eu tenho é de socar a cara daquelas atendentes. O iogurte, na minha opinião, é o melhor de Brasília. A cara de c. da galera é que é de matar.

    Um dia eu perguntei para a menina do caixa: “Você está passando mal? Quer que eu chame um médico?”, e a funcionária: “Não, por quê?”, “Porque você está com a cara tão fechada, tão estranha, que achei você estivesse passando mal. Uuuuufa! Ainda bem que É SÓ A SUA CARA MESMO, podia ser um mal-estar. Quero o iogurte sabor chocolate, por favor.”

    KKKkkkkkkkkkkkkkkkkk! Sou mal atendida, mas me divirto muito!

    ResponderExcluir
  2. Outros dois Motherfucker Places que eu já havia postado aqui - http://cheirinhocafe.blogspot.com/search/label/Pequeno%20desabafo - são: o Naturetto e a Sorbê.

    Deixei até registrado o desabafo, não só no blog, mas também nos sites dos respectivos estabelecimentos.

    Não recebi nenhuma resposta, MAS RECLAMEI! Fiz a minha parte!

    ResponderExcluir
  3. Excelente iniciativa.

    ResponderExcluir
  4. Excelente iniciativa.

    ResponderExcluir
  5. Na pizzaria Forno benedetto, faltam garçons pra atender a clientela. As pizzas demoram pra chegar e o rodízio é massante. Ponto negativo para o proprietário e não pro garçom que atende o melhor que pode e consegue.

    ResponderExcluir
  6. Sandro P. Almeida (estudante)31 de outubro de 2010 11:27

    Sorveteria Sorbê. Ninguém aguenta mais o serviço ruim de lá. As bolas poderiam ser maiores. O local é bom.

    Sorveteria Saborella. Poderiam ter mais atendentes. A fila para ser atendido é imensa, todos espremidos contra o vidro dos sorvetes e o pior é o preço. cada dia mais caro - 7,50 a bola simples e minúscula. O local é bom (asa norte).

    ResponderExcluir
  7. Thays, eu sei q vc gosta do grão Contenporâneo, mas eu e meu esposo nao fomos bem atendidos lá. Pedi um cappucinmo e nos serviram um expresso por engano, desfeito o mau entendido, nos cobraram o cafe no final da conta. mas o erro foi deles. e foram antipaticos.Nao gostamos do acontecido.


    Observ: visite o café ruyela, muito bom1

    ResponderExcluir
  8. Na minha opínião a maior parte da culpa é dos empresários que preferem investir em TV de plasma, mesas e cafeiras luxuosas e pelas paredes e acabam se esquecendo de que o mais importante é o PESSOAL, treinamento e capacitação não vai falir nenhuma empresa gente!
    Mais isso só mudará quando começarmos a colocar a boca no trombone mesmo!
    Parabens pelo blog
    sucesso

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Paulo Ubiratan!
    Continue dando sua opinião!
    Abração!

    ResponderExcluir
  10. Dani Couto, obrigada pela sua participação.

    Como podemos ver, não são só os Cafés que apresentam um atendimento insatisfatório, mas muitos outros estabelecimentos de Brasília. Não deixe de reclamar! Vamos fazer a nossa parte!

    Abração!

    ResponderExcluir
  11. Sandro P. Almeida,

    Já até fiz um post aqui no blog reclamando da Sorbê!
    O que tenho observado é que, em Brasília, as sorveterias têm cada vez mais: diminuído o tamanho das bolas e aumentado o valor da conta.
    Obrigada pela participação!

    ResponderExcluir
  12. Sandra e Geraldo Alvarez, que chata essa situação! Olha, nunca passei por nenhum constrangimento lá, e acho uma pena o que ocorreu com vocês.
    Nesse caso, vocês deveriam ter chamado o gerente ou a dona, ter falado o acontecido e exigido que o produto errado não fosse cobrado.
    Ok? Não deixem passar!

    Obrigada pela participação no blog!

    ResponderExcluir
  13. Fernando Santana, uma boa decoração e ambiente aconchegante são também fundamentais, você não acha? Então, creio que o conjunto dessas coisas associado à um bom atendimento, é que fazem de um Café, um lugar inesquecível.
    Você concorda?

    Agradeço o carinho e a participação no blog!
    Continue dando sua opinião!
    Abração!

    ResponderExcluir
  14. O que você faria se saísse no sábado de manhã, acompanhada da sua mãe para tomar café numa confeitaria/restaurante bem freqentado e depois da conta paga e já no ambiente do balcão de varejo da confeitaria, um garçom lhe segurasse com firmeza no ombro e afirmasse que você não pagou a conta, num tom que quem estivesse por perto escutasse??

    ResponderExcluir
  15. QUE QUE É ISSO, MINHA GENTE!

    Olha anônimo, meus amigos e familiares já saberiam a minha reação, hihi.

    Não sou barraqueira, mas exijo meus direitos com muito respeito, assim como sou cobrada dos meus deveres, não é mesmo?

    Cobraria uma reparação, e por que não uma cortesia? Quando o estabelecimento falha é praxe oferecerem um café grátis em uma próxima visita ao local (caso vc tenha vontade de voltar, claro!).

    Vc pode até não voltar mas o pedido de desculpa é fundamental!


    Claaaaaaro, que eu não iria resistir e perguntar: qual foi o estabelecimento? Lembre-se: é divulgando e fazendo críticas construtivas que fazemos com que os locais melhorem!!!!!

    Bjk!

    ResponderExcluir
  16. O que você faria se saísse no sábado de manhã, acompanhada da sua mãe para tomar café numa confeitaria/restaurante bem freqentado e depois da conta paga e já no ambiente do balcão de varejo da confeitaria, um garçom lhe segurasse com firmeza no ombro e afirmasse que você não pagou a conta, num tom que quem estivesse por perto escutasse??
    reginanormando@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. Regina, me conte onde foi esse triste episódio, please!

    Abra seu coração! Kkkkk!

    Quem sabe eu posso te ajudar?

    Bjo.

    ResponderExcluir
  18. Apoio muito essa Campanha!!!

    ResponderExcluir
  19. Te achei no instagram @thaysorto e amei essa campanha. Brasília, melhore já!!!! Apoiada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Priscila! :-)
      Se todos reclamarem tbm, uma hora tem que melhorar, não é mesmo?!
      Eu faço minha parte!
      Obrigada pelo apoio!

      Excluir