quinta-feira, 31 de março de 2011

Simplesmente...lindo!

      Uma delicada artista chamada Kelly Galanos, criou a marca Sycamore Hill, em Kentucky (EUA), com a finalidade de trazer beleza, não só em datas especiais, mas na celebração de TODOS OS DIAS da nossa vida! Não é perfeito? Quero todas! ($16.50 USD, cada)



Bom Dia, Lindo!

Bom dia, linda!

Bom dia, amor!



Material quente!



Café não é uma DROGA, é uma VITAMINA!


Paz, Amor, Espresso.


Oh! Happy day!

Amei!
(Até peço desculpas pela quantidade de fotos...mas não tinha como excluir nenhuma desse post!)

quarta-feira, 30 de março de 2011

Ilustrações - Etsy

Não são lindas as ilustrações da Etsy? Cada uma sai a $3.45 USD.


DNA do café tem "dupla personalidade" - Colaboração do leitor


ARTIGO ENVIADO POR NOSSO LEITOR


nucoffee

 Estudo brasileiro mostra que ancestral esquecido do cafeeiro é principal responsável por qualidade da bebida
Fenômeno se dá porque vegetal é híbrido, com genoma duplicado; com dados, estratégia de melhoramento muda

      A chave para produzir um café ainda mais saboroso do que o disponível hoje provavelmente está no DNA de um dos ancestrais do cafeeiro, uma plantinha hoje desprezada pelos agrônomos por ser frágil e difícil de cultivar.

      É justamente essa espécie, a Coffea eugenioides, a responsável por legar aos frutos do cafeeiro mais cultivado comercialmente as características mais cobiçadas, como o alto teor de açúcares.

    Num estranho caso de dupla personalidade biológica, os genes da ainda se manifestam de forma independente no organismo da planta cultivada.

      Isso porque o C. arabica, cafeeiro mais comum no planeta hoje é um híbrido, resultado do cruzamento natural entre a C. eugenioides e outra espécie, a C. canephora, há cerca de 1 milhão de anos.

      "Sabe quando a gente diz que Fulano tem os olhos da mãe e o nariz do pai? É mais ou menos isso, só que depois de um número muitíssimo maior de gerações", explica Gonçalo Guimarães Pereira, pesquisador da Unicamp.

      Pereira é um dos autores de dois mapeamentos recentes sobre os genes ativos no C. arabica e no C. canephora, junto com Ramon Vidal (também da Unicamp), Jorge Mondego, do Instituto Agronômico de Campinas, e David Pot, do centro de pesquisas francês Cirad.

      Já era esperado um considerável grau de esquisitice no genoma do C. arabica. É que quando as duas espécies "mães" da planta se cruzaram há cerca de 1 milhão de anos, o material genético do vegetal-filho foi duplicado.

      Em vez de duas cópias de cada cromossomo, como ocorre com os seres humanos, o genoma do C. arabica tem quatro cópias de cada cromossomo. "Só que a diferença de origem se manteve. É como se houvessem dois subgenomas", diz Pereira.

      Esse fenômeno se manifesta até no nível dos tecidos da planta -é como se boa parte dos frutos derivasse apenas da "receita" presente numa das espécies ancestrais, enquanto as raízes viessem da outra espécie-mãe.

      No caso, a maneira como a planta comercial processa moléculas como carboidratos e alcaloides parece depender, em grande medida, da C. eugenioides.

      Isso não é mera curiosidade: se quiserem plantas com mais qualidade, os produtores muito provavelmente vão precisar cruzar suas variedades com a planta. "E hoje ela é totalmente negligenciada. Para achar um exemplar aqui no Brasil foi um custo", diz Pereira, brincando que ela "é praticamente um matinho".

      Para o especialista, o conhecimento pode dar um empurrãozinho na qualidade da safra cafeeira do Brasil, que hoje produz poucos cafés considerados mais finos.

      As pesquisas estão nas revistas científicas "Plant Physiology" e "BMC Plant Biology". A equipe recebeu apoio do Consórcio Pesquisa Café e da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).



Fonte: REINALDO JOSÉ LOPES - EDITOR DE CIÊNCIA

segunda-feira, 28 de março de 2011

CAPPUCCINO

Um clássico do café que não pode faltar na sua casa!

INGREDIENTES: 1 shot de espresso de 30 ml • 120 ml de leite vaporizado

PREPARO: Extraia o espresso numa xícara de 150 ml e despeje por cima o leite vaporizado, criando, ao final, aproximadamente 1 cm de espuma densa. Com habilidade, é possível fazer belos desenhos, os latte arts. Para vaporizar melhor o leite utilize o bico vaporizador de uma máquina de espresso e prepare-o a partir da bebida gelada.

RENDE 1 PORÇÃO.


COFFEE LAB (Isabela Raposeiras para Revista Espresso)

domingo, 27 de março de 2011

Como você adoça o seu Cafezinho? _ opções de substituição do açúcar.


Flickr

      O adoçante dietético é produzido a partir de edulcorantes, substâncias naturais ou artificiais responsáveis pelo sabor doce. Eles possuem um poder de adoçamento muitas vezes muito maior que o açúcar de cana (açúcar comum) e são recomendados para dietas especiais como as de restrição (principalmente no diabetes) e de emagrecimento. Atualmente existe uma ampla variedade de adoçantes como o ciclamato, a sucralose, o acessulfame-K, o steviosídeo, o aspartame, entre outros.

      Eles foram desenvolvidos inicialmente para atender os diabéticos, já que eles devem restringir o açúcar e os produtos doces da alimentação devido ao quadro de hiperglicemia (alta taxa de glicose no sangue) que apresentam. Com o tempo, o adoçante dietético passou a ser usado também no controle de peso, como uma estratégia de facilitar a redução calórica. Atualmente, é consumido inclusive por pessoas que desejam manter o peso.

      O adoçante dietético pode sim, ser utilizado como aliado no tratamento da obesidade, contudo para o resultado ser eficaz e duradouro, é preciso mudar todos os hábitos alimentares incorretos, aderindo a um plano alimentar equilibrado que irá promover emagrecimento gradual e saudável. A seguir, uma relação dos principais tipos de adoçantes encontrados no mercado, com suas respectivas características:

1. SUCRALOSE: Adoçante obtido a partir da cloração da sacarose, sendo o único adoçante derivado do açúcar. Apresenta um poder de doçura 600 vezes superior ao açúcar, resistindo muito bem às altas temperaturas, não possuindo sabor residual amargo. O FDA / EUA aprovou seu uso com base em inúmeras pesquisas que mostraram que o adoçante não apresenta efeitos tóxicos, nem efeitos carcinogênicos, reprodutivos e neurológicos. Não é metabolizada pelo organismo, sendo eliminada por completo em 24 horas pela urina.




 2. CICLAMATO: Descoberto em 1939, entrou no mercado a partir da década de 50. É largamente usado no setor alimentício, sendo aplicado em adoçantes de bebidas dietéticas, geléias, sorvetes, gelatinas etc. Com o menor poder adoçante, é 40 vezes mais adoçante que a sacarose, não calórico e possui sabor agradável e semelhante ao açúcar refinado (apresentando um leve gosto residual). É um adoçante sintético, não calórico, a partir de um derivado do petróleo, o ácido ciclo hexano sulfâmico. O ciclamato hoje é permitido no Brasil, Estados Unidos, Canadá e em mais de quarenta países, É um dos adoçantes mais baratos do mercado. Deve ser evitado por hipertensos, já que costuma aparecer na forma sódica, ou seja, combinado com sódio.


3. SACARINA: A sacarina é o adoçante artificial não calórico mais antigo que existe. Sua descoberta ocorreu em 1879 e sua utilização ocorre desde 1900. Também extraída de um derivado do petróleo, o ácido sulfanoilbenzóico, apresenta um poder adoçante 200 a 700 vezes maior que o açúcar da cana (sacarose). Sozinha, em altas concentrações, a sacarina tem gosto residual amargo e metálico e, por isso, é normalmente associada ao ciclamato. No nosso organismo ela é absorvida lentamente, mas não é metabolizada, sendo excretada de forma inalterada pelo rim. Sua maior qualidade é o fato de ser estável a altas temperaturas, podendo ser utilizada em preparações quentes.



4. ASPARTAME: Edulcorante artificial descoberto em 1956, é uma proteína dissociada produzida a partir dos aminoácidos encontrados normalmente nos alimentos: fenilalanina e acido aspártico. Possui sabor agradável e semelhante ao açúcar branco, só que com o potencial adoçante 200 vezes maior, permitindo o uso de pequenas quantidades. Seu valor energético corresponde a 4 cal/g. Muito usado pela industria alimentícia, principalmente nos refrigerantes diet. Talvez seja o adoçante mais apreciado devido ao seu sabor bastante parecido com o açúcar, sem apresentar residual amargo. O aspartame perde sua doçura quando submetido a altas temperaturas. Por isso, sugere-se que seja utilizado em alimentos e líquidos após a retirada do fogo. É contra-indicado para os portadores de fenilcetonúria (incapacidade do organismo de metabolizar a fenilalanina), uma anomalia rara que geralmente é diagnosticada no nascimento (teste do pezinho). Pelo mesmo motivo, também se desaconselha o uso por grávidas.


 5.ACESSULFAME-K: Descoberto em 1967, o acessulfame foi aprovado pelo FDA- Food and Drug Administration em 1988 para uso em bebidas, sobremesas, gomas de mascar e adoçantes de mesa. O acessulfame- K é um sal de potássio sintético produzido a partir de um ácido da família do ácido acético. Com um poder de doçura 180 a 200 vezes maior que o açúcar, esse adoçante tem um sabor residual semelhante à glicose. O organismo o absorve, mas não metaboliza, o que significa que é eliminado tal como é ingerido. É um adoçante considerado totalmente seguro e por ser estável a altas temperaturas facilita sua utilização em preparações forno e fogão.


6. STEVIOSIDEO: Adoçante natural descoberto em 1905, extraído da stévia, uma planta originária da Serra do Amanbaí, na fronteira do Brasil com o Paraguai. É muito consumido no mundo oriental, principalmente no Japão. Seu poder adoçante é cerca de 200 a 300 vezes maior que o da sacarose, sendo o único adoçante de origem vegetal produzido em escala industrial. É totalmente atóxico e seguro ao organismo, mas seu uso é pequeno devido a um sabor residual amargo que possui.





 

Fonte: Endocrinologista Alessandra Rascovski para o site Minha Vida

Por falar em novela...

Café Com Aroma de Mulher

      Minha Nossa Senhora do Café Coado, já tinha me esquecido dessa pérola...

Cultivo de café vai parar em novela da Rede Globo


A novela das 19h, Morde e Assopra, transmite a vida de uma família que vive em uma fazenda de café há anos. Mais do que amor pelo pedaço de chão, é dali que tiram seu sustento.

      Em Morde & Assopra, novela das sete da Rede Globo, Abner (Marcos Pasquim) vive nas terras de sua família há anos. Mais do que amor pelo pedaço de chão onde nasceu e foi criado, é dali que o fazendeiro tira o seu sustento. Dependem dele sua mãe, dona Hortência (Walderez de Barros), uma tradicional mulher do campo, rústica mas cuidadosa com sua família; e sua irmã, Raquel (Gabriela Carneiro da Cunha), uma jovem que ama o lugar onde nasceu mas tem ideias moderna demais para os padrões de seus parentes.

      Juntos, eles lutam para preservar a fazenda, que está ameaçada. Abner recebeu um ultimato e precisa pagar ao banco uma dívida que fez, anos atrás, para cuidar da saúde de sua falecida esposa. A única forma de garantir a posse das terras é fazer com que a próxima colheita de café seja suficiente para quitar a dívida. A tarefa poderia ser um desafio apenas para os lavradores, mas há muito interesse pelas terras de Abner. O Prefeito Isaías (Ary Fontoura) e sua esposa Minerva (Elizabeth Savalla) mal podem esperar pela oportunidade comprar a propriedade a preço de banana.

      Talvez seja uma boa oportunidade para mostrar aos brasileiros a vida do homem no campo nas fazendas de café!!!


Fonte: Natália Fernandes p/ Café Point

quarta-feira, 23 de março de 2011

Dica para as Cafeterias de Brasília - Grupo Talliesin

Grupo Talliesin
      Tem coisa mais gostosa que sentar em um Café curtindo um espresso e ouvindo uma boa música? Todos sabem que esse é meu programa preferido (podem me chamar de velha, fod....se!).

      Pois bem, Lauro Kociuba, integrante do Talliesin me escreveu contando um pouquinho sobre eles e me interessei "de cara". Trata-se de um grupo musical de Brasília, e, como um grupo vocal, cantam músicas barrocas/ renascentistas/ medievais com acompanhamento de violão, violino e percussão. Eles irão tocar no Balaio Café e Café com Letras, e quando eu souber a data direitinho escrevo aqui no blog, ok?

      Até lá, confiram no site trechos das músicas. Vale a pena! (e fica a dica para as Cafeterias...)


Fran's Café terá rede de lojas populares



      A rede Fran's Café deve inaugurar até o final deste ano um novo modelo de loja, voltado a áreas com alta circulação de pessoas e com preços mais populares. Ainda bem, né? Da última vez que fui no Fran's tive que mexer na poupança para pagar a conta! Hihi!

      Segundo Henrique Ribeiro, sócio da rede, a nova bandeira terá um cardápio mais enxuto - com até 50% menos itens que os vendidos hoje nas lojas da rede - e os preços devem ser até 15% menores que os praticados hoje pela marca. O ticket médio atual é de aproximadamente 15 reais.

      O objetivo é atrair um público maior para a rede, que hoje tem 139 lojas em funcionamento no país. As lojas da nova bandeira, cujo nome provisório é Fran's Especial (Fran's Express também é uma alternativa considerada pelos donos da marca), serão menores, ocupando entre 40 m2 e 60 m2 - metade do espaço utilizado nas lojas atuais.

      O investimento inicial para abertura também será mais modesto, variando entre 180 mil reais e 200 mil reais - uma loja tradicional da marca custa entre 300 mil e 400 mil reais hoje.

      "São lojas voltadas a um público que está de passagem, em locais movimentados", explica Ribeiro. Segundo o executivo, o objetivo não é só atrair o consumidor de classe C - que já tem naturalmente procurado mais a marca -, mas também oferecer uma cobertura maior para o cliente atual da rede - ele estima que 50% do público das novas lojas será de frequentadores tradicionais do Fran's Café.


Estratégia de crescimento

      O movimento de abertura da marca, tradicionalmente voltada a consumidores de classe A/B, a um público de menor renda já vem acontecendo ao longo dos últimos anos.

      Desde 2009, o Fran's vem remodelando seu cardápio e incluindo itens com preços mais acessíveis no seu mix de produtos para atrair uma faixa mais ampla de consumidores.

      Para este ano, a rede prevê a inauguração de cerca de 20 novas lojas no modelo tradicional, com investimento de mais de 8 milhões de reais por parte dos franqueados. O foco principal são as regiões Norte e Nordeste, onde devem se concentrar 50% das novas unidades. O processo de expansão já começou, com novas lojas inauguradas em São Caetano do Sul e Campinas, no estado de São Paulo, e Salvador, na Bahia.

      Com a expansão, a rede projeta um crescimento de até 40% sobre o faturamento médio de 120 milhões de reais registrado em 2010.


A reportagem é do Portal Exame, resumida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

Um Cortado, por favor!


      Os pontos de corte na xícara indicam a medida saborosa para beber o Café. 2/3 de Café + 1/3 de leite. O projeto é do designer argentino Ignacio Pilotto.

domingo, 20 de março de 2011

Set Moka Carosello Bialetti


       Tá valendo à pena essa compra! No site: CaféStore.

Café Gelado

Um drink clássico com café que você precisa aprender a fazer!



INGREDIENTES: 1 dose de espresso (de preferência um café com característica naturalmente doce e acidez presente) • gelo.

PREPARO: Misture numa coqueteleira o espresso e o gelo. Coe e sirva a bebida gelada em uma taça para martíni. Adoce, se desejar.

Rende 1 porção.


Fonte: Portal Espresso

Presentes!

      Ganhei três presentes do Wolney de uma só vez!

      1) Café Juan Valdez_ Premium Selection (Volcan)
      2) Mapa da região da Oscar Freire _ para localizar o Oscar Café.
      3) Alfajor Havanna_ peguei uma foto do Google já que não resisti e comi antes de tirar a foto.

       Obs: Por favor, não tenham inveja dos meus presentes. Basta ter amigos tão legais quanto os meus e isso acontecerá naturalmente, ok? Hehe!

1


2

3


 Muito Obrigada, Wolney!
Não esquecerei seu carinho!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Starbucks deve entrar no ramo das cápsulas de Café



      Agora que as cápsulas de café estão na moda, a Starbucks decidiu entrar nele (Cara, eu acho que a Starbucks quer conquistar o mundo! Sério!). A empresa procura oportunidades de expansão e o mercado do café monodose parece atrativo, por isso, a entrada no mercado das cápsulas de café não está posta de parte.

      Mas tão cedo não conte com uma máquina em sua casa: é que, para já, a empresa vai fornecer filtros individuais apenas para um modelo de máquina, usado nos hotéis.

      A empresa anunciou na semana passada que chegou a acordo com a Courtesy Products, fabricante da CV1, um sistema de tirar cafés que usa um filtro» descartável por cada café.

      À luz deste acordo, a Starbucks vai fornecer café em grão para ser usado na CV1, instalada em meio milhão de quartos de hotel de luxo ao longo dos EUA.

      A Starbucks admitiu que o segmento de monodose em que quer entrar também pode incluir cápsulas, que podem ser vendidas para usar em máquinas.

      Por isso mesmo, a empresa considera demasiado cedo para discutir que formato de café ou modelo de máquina vai escolher.


Fonte:  Agência Financeira, adaptadas pela Equipe CaféPoint.

terça-feira, 15 de março de 2011

Cheirinho de Café no Agora SP / Gastronomia - Por Paula Maria Prado


Coffee People,
Olha a matéria que saiu no Agora SP, sábado, 05/03, sobre o "Cheirinho":



Matéria:

      Quem é apaixonado por café como a dentista Thays Martins de Oliveira, vai adorar o blog que ela criou: "Cheirinho de Café"  (http://www.cheirinhocafe.blogspot.com/). "Bebo café diariamente e várias vezes ao dia. Principalmente depois do almoço, que é sagrado", afirma Thays que já fez até um curso de barista."Queria aprender mais sobre o fruto, a bebida, as receitas diferenciadas e saber reconhecer um café de qualidade", diz.

      No ar desde agosto de 2010, o blog surgiu de forma despretensiosa. "Queria dar minha opinião sobre os cafés e as cafeterias. Comecei falando sobre os cafés de Brasília, minha cidade natal, e expandi o assunto a cidades para as quais viajei no país e no exterior".

      Na hora de dar sua opinião, Thays é rigorosa. "Não é só o pó que define um bom expresso. Existem vários outros fatores, como o material, o formato e a temperatura da xícara, além da temperatura da água, que não pode estar fervendo, e da máquina utilizada", explica.

      O blog recebe, em média, 3.500 acessos mensais. "As pessoas elogiam, criticam, falam sobre artigos e indicam outros sites", conta a dentista, que não tem dúvidas sobre o melhor café que já degustou na vida: "Foi no Café Mollien, dentro do Museu do Louvre, em Paris".


Paula Maria Prado para Agora São Paulo - 05/03/2011

Selo de Pureza ABIC - 15 de março Dia do Consumidor!

Café com Almodóvar

Tá afim de tomar um café com algumas das maiores obras de Pedro Almodóvar?


      É que o cineasta espanhol lançou uma coleção de xícaras inspiradas em seus clássicos, sem esquecer da sua musa inspiradora Penélope Cruz em uma das xícaras.


      São exclusivas, limitadas, e você encontra nas lojas e site da Illy .



Fonte: OdD

segunda-feira, 14 de março de 2011

USP: borra de café é viável para produção de biodiesel

     
     Pesquisa do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Energia da USP demonstra que o óleo essencial extraído da borra de café é uma matéria-prima viável para a produção de biodiesel. A elaboração do combustível a partir do resíduo foi testada pela professora de química Denise Moreira dos Santos em escala laboratorial. O estudo recomenda a produção do biodiesel em pequenas comunidades, para o abastecimento de tratores e máquinas agrícolas.

      No Brasil, há um grande consumo de café, calculado em 2 a 3 xícaras diárias por habitante, por isso a produção de resíduo é intensa em bares, restaurantes, casas comerciais e residências", conta a professora.

      O óleo essencial, responsável pelo aroma do café, já é utilizado em química fina, mas sua extração diretamente de grãos de alta qualidade é muito cara. A borra do café também contém óleos essenciais, que podem contaminar o solo quando o resíduo é descartado no meio ambiente.

      O processo de obtenção do biodiesel é o mesmo adotado com outras matérias-primas."O óleo essencial é extraído da borra de café por meio da utilização de etanol como solvente. Após a extração, o óleo é posto em contato com um catalisador alcalino, que realiza uma reação de tranesterificação com a qual se obtém o biodiesel".

     A partir de um quilo de borra de café é possível extrair até 100 mililitros de óleo, o que geraria cerca de 12 mililitros de biodiesel.

     "No Brasil são consumidas aproximadamente 18 milhões de sacas de 60 quilos de café, num total de 1,08 milhões de toneladas, o que irá gerar uma quantidade considerável de resíduos", aponta a professora.

      Segundo a professora, a implantação do processo de produção do biocombustível em escala industrial dependeria de um trabalho de conscientização da população para não jogar fora a borra de café, que seria recolhida para extração do óleo.

      "Sua utilização é indicada para pequenas comunidades agrícolas, que produziriam seu próprio biodiesel para movimentar máquinas", sugere.

      Denise lembra que em algumas fazendas de café, a borra é armazenada no referigerador para ser usada como fertilizante. "Entretanto, seu uso frequente pode fazer com que os óleos essenciais contaminem o solo", alerta.


As informações são do portal Correio do Brasil, resumidas e adaptadas pela Equipe CaféPoint.

domingo, 13 de março de 2011

Brigadeiro de Café

Aprenda a fazer o mais tradicional docinho de festas com um toque de Café!

 


INGREDIENTES: 1 lata de leite condensado • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó ou 8 colheres (sopa) de raspas de chocolate meio-amargo • 1 xícara (café) de café espresso ou 1 colher (sopa) de café instantâneo • 1 colher (sopa) de manteiga • raspas de chocolate ao leite.

PREPARO: Em uma panela média, coloque o leite condensado, o chocolate, o café e a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela (aproximadamente 10 minutos). Transfira a massa para um recipiente untado com manteiga e deixe esfriar. Passe manteiga nas mãos, enrole bolinhas de 3 cm de diâmetro, passe nas raspas de chocolate ao leite e coloque em forminhas de papel.

RENDE 30 PORÇÕES.

Receita cedida pela doceira Juliana Motter, do Ateliê Maria Brigadeiro para o Portal Espresso.

sábado, 12 de março de 2011

sexta-feira, 11 de março de 2011

quinta-feira, 10 de março de 2011

Coco Bambu Frutos do Mar - Nespresso


      Acabei de chegar do Coco Bambu do Brasília Shopping e tenho que admitir que esse restaurante ganha nota 10 na minha Campanha por um melhor atendimento em Brasília. Fiquei de queixo caído com a simpatia dos funcionários!

      Já conhecia o Coco Bambu do Setor de Clubes Sul, em frente ao Lago Paranoá (Ícone), mas foi a primeira vez no Coco do Brasília Shopping. Gentem, a comida é excelente (destaque para os frutos do mar, claro!), o ambiente é charmosíssimo com sua decoração intimista e aconchegante (apesar do ambiente ser enorme) e a música é um convite à parte (MPB, samba, bossa nova...tudo o que eu gosto!).

Lindo, não?

A adega é um show!

Mezanino.

Queria ter uma porta igual a essa- deve ter uns 20 metros de altura.
Obs: Toda baixinha tem fixação por coisas grandes (no bom sentido, claro!)
      Não poderia deixar de citar meu Café amado. Lá você pode optar pelo Café expresso Segafredo (R$3,00), Café Coado (R$2,40) e Café Nespresso Ristretto ou Descafeinado (R$4,50)_ preço em conta para os Nespressos servidos em Brasília. Também tem Café com Creme, com Leite, Cappuccino com borda de Nutella e Frappuccino com borda de Nutella (por R$ 9,40)- que serei OBRIGADA  a experimentar da próxima vez!

Você merece um Nespresso!

Linda apresentação!
      Optei pelo  Café Nespresso Ristretto que veio acompanhado de um  brigadeirinho. Ôôoo coisinha fofa!

Recomendo!