terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Café vendido no mercado interno terá padrão mínimo de qualidade

Produto brasileiro ou importado poderá ter, no máximo, 1% de impurezas.



      O café vendido no mercado interno precisará ter um padrão mínimo de qualidade oferecido ao consumidor brasileiro. A partir de fevereiro, o governo vai exigir da indústria do café um padrão básico de sabor, aroma e fragrância e um porcentual máximo de impurezas. A regulamentação foi anunciada pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi.

      A instrução normativa do ministério, deve começar a vigorar em nove meses. As medidas são válidas para o café torrado em grão e para o café torrado e moído. Segundo o ministro, o consumidor terá a segurança atestada pelo governo de saborear um café mais puro e com um nível mínimo de qualidade.

      O regulamento define exigências de porcentual máximo de impurezas, além de um padrão básico de sabor, aroma e fragrância da segunda bebida mais consumida do país, atrás apenas da água. A medida estabelece que o café produzido no Brasil ou o importado só poderá ter, no máximo, 1% de impurezas. A presença de umidade no grão torrado ou moído também não poderá ultrapassar 5%. Serão observados, ainda, o estado de conservação do produto, aparência, odor e informações de rotulagem, como nome de fabricante, lote, prazo de validade e país de origem, quando for o caso.

     Os fiscais do ministério da Agricultura vão fazer o controle da qualidade por meio de testes de amostragem nos supermercados e pontos de vendas do varejo. As novas regras de qualidade para o café vendido no país, tem o intuito de resgatar o "respeito" pelo café brasileiro.

CANAL RURAL

3 comentários:

  1. Olá, blogueiro(a)!

    Através do programa Saúde Não Tem Preço, agora os brasileiros passam a ter acesso gratuito aos medicamentos para controle da diabetes e hipertensão.
    Seja nosso parceiro e utilize seu espaço para divulgar esta novidade. Se tiver interesse em colocar algum material da campanha em seu blog, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Para saber mais sobre a campanha, acesse: www.saudenaotempreco.comVocê também pode nos seguir no Twitter: www.twitter.com/minsaudeObrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  2. Way cool! Some extremely valid points! I appreciate you penning
    this write-up and also the rest of the website is also very
    good.

    Feel free to surf to my web site; payday loans direct lenders

    ResponderExcluir